CNI lança Agenda Legislativa 2018 com aval do empresariado cearense

O empresariado, especialmente o setor da indústria, também entrou na onda lobby no Congresso Nacional, com objetivo de garantir seus interesses políticos. A Confederação Nacional da Indústria (CNI) lançará hoje, em ato com as presenças de Eunício Oliveira (MDB-CE), presidente do Senado, e Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara, em Brasília, o documento Agenda Legislativa 2018.

Nele, segundo o presidente da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), Beto Studart, um total de 130 projetos, em tramitação no Congresso, do interesse do segmento. A avaliação é de que a aprovação dessa agenda, que reúne sugestões das entidades do setor produtivo de todo o País, possa colocar o País na rota do desenvolvimento.

Entre esses projetos da agenda estão: criação do marco regulatório das agências, nova proposta de reforma tributária, avanço nas terceirizações, reforma política e a legalização do lobby no País.

Para não perder o costume pró-renegociação de dívidas, o documento pede também revisão das dívidas do setor industrial junto a organismos como Sudam e Sudene, adianta a assessoria técnica da Fiec.

 

Fonte Blog do Eliomar