Dólar opera em alta e vai a R$ 3,43

dólar era negociado am alta nesta terça-feira (10), após ter encerrado no pregão da véspera acima de R$ 3,40 pela primeira vez desde 2016.

Por volta das 11h10, a moeda dos EUA subia 0,34% a R$ 3,4304. Na abertura, chegou a cair, mas se manteve acima de R$ 3,40. Veja mais cotações

Na véspera, o dólar encerrou a sessão a R$ 3,4188, na maior cotação desde 6 de dezembro de 2016 (R$ 3,4162).

Cenário local e externo

A inflação de março, medida pelo IPCA, desacelerou a 0,09%, menor resultado para março em 24 anos, segundo divulgou nesta terça o IBGE. Com o resultado, é reforçada a expectativa de corte da Selic em maio, do nível atual de 6,50% para 6,25%.

As preocupações com a política local permanecem, entretanto, e levam em conta as incertezas em relação às eleições e o futuro da agenda de reformas. Os candidatos reformistas ainda patinam nas pesquisas e o discurso em torno do ajuste fiscal parece ter perdido força, destaca o Valor Online.

Ao mesmo tempo, ainda há incertezas sobre o caminho das decisões na justiça do Brasil. O ministro Marco Aurélio Mello, do STF, disse que levará o pedido de liminar sobre prisão em segunda instância “em mesa” amanhã – sem necessidade de pauta prévia. Por outro lado, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, se manifestou ontem pela rejeição.

No cenário externo, seguem no radar preocupações sobre o impacto das disputas comerciais entre Estados Unidos e China. Nesta terça-feira, porém, cresceram as expectativas sobre a viabilidade de um acordo que possa evitar uma guerra comercial.

O presidente da China, Xi Jinping, prometeu abrir mais a economia do país e reduzir tarifas de importação sobre produtos como carros ainda neste ano, em um discurso visto como uma tentativa de acalmar a disputa comercial com os Estados Unidos.

Fonte G1