Duas mulheres são presas por participarem de grupo que expulsou moradores de casas em Fortaleza

polícia prendeu nesta segunda-feira (9) duas mulheres suspeitas de participar de uma facção criminosa que expulsou moradores das próprias casas no Bairro Conjunto Palmeiras, periferia de Fortaleza.

Com as mulheres, a polícia encontrou várias chaves de casas e apartamentos, além de drogas. As duas que afirmaram ser companheiras foram presas no Condomínio Euclides Ferreira no Bairro Jangurussu.

Segundo o delegado do 30º Distrito Policial, Maurício Filho, uma das mulheres lidera o grupo que participa das invasões. A polícia localizou o apartamento da mulher que tentou fugir. “Ontem (segunda-feira), após as primeiras prisões realizadas pelo 30º DP, conseguimos localizar a mulher que é considerada por nós depois de investigações como sendo a chefe da quadrilha. Ela tentou fugir. Dentro do apartamento dela achamos várias chaves de apartamentos. Ela não confessou o crime e não sabia como aquelas chaves apareceram na residência dela”, disse o delegado.

Ainda segundo a polícia, junto com ela estava outra mulher, que também participava dos crimes contra os moradores. A amiga da principal suspeita, conforme relatos da polícia, estava de tornozeleira eletrônica, mas o aparelho estava sem funcionar há cerca de um mês.

O delegado Maurício Filho lembrou que a dupla é suspeita de participar de um homicídio acontecido em junho de 2017. Ainda de acordo com o delegado, de janeiro até o início do mês de abril já foram presas 10 pessoas. Algumas delas envolvidos com outros crimes como tráfico de drogas e homicídios e com participação ativa em uma facção criminosa.

Operação contra grupo criminoso

As prisões começaram na sexta-feira. A primeira prisão foi de um homem que estava com alguns equipamentos e com produtos contrabandeados. A polícia afirmou que ele utilizava uma lanterna que daria choque nas pessoas que eram obrigadas a deixar as casas.

Em seguida foram presos dois homens que estavam em um carro alugado e segundo a polícia a dupla descansaria no município de Paracuru. Na segunda-feira foi apreendido um adolescente. Com o jovem, a polícia encontrou um revólver calibre 38, droga e munição.

Fonte G1