Gasolina no Ceará é a mais cara do Brasil pela 4ª semana seguida

Conforme levantamento da ANP, preços praticados em postos no mercado cearense ainda estão muito acima da média nacional

Pela quarta semana consecutiva, os consumidores e empresas cearenses abastecem com a gasolina mais cara do Brasil. Conforme a mais recente pesquisa da ANP (Agência Nacional do Petróleo), cujos dados foram coletados de 15 a 21 de janeiro, o litro médio nos postos do Ceará custa R$ 5,52.

O valor está quatro centavos abaixo do registrado na semana anterior, uma queda irrisória e insuficiente para tirar o mercado cearense do topo do indigesto ranking.

Na mínima, a cotação no Estado é de R$ 4,79 e, na máxima, atinge R$ 5,79, uma diferença de R$ 1. Foram pesquisados preços em 115 postos cearenses na Capital e no interior.

A média nacional, conforme a sondagem, é de R$ 4,98 para o litro da gasolina. Portanto, os cearenses estão pagando 54 centavos a mais. Na maioria dos estados, os revendedores estão operando com cotações abaixo de R$ 5, o que evidencia a disparidade dos valores observados no Ceará.

OS 10 ESTADOS COM GASOLINA MAIS CARA EM 2023

  1. Ceará: R$ 5,52
  2. Bahia: R$ 5,45
  3. Roraima: R$ 5,45
  4. Acre: R$ 5,26
  5. Rio Grande do Norte: R$ 5,17
  6. Tocantins: R$ 5,17
  7. Santa Catarina: R$ 5,15
  8. Rondônia: R$ 5,11
  9. Piauí: R$ 5,07
  10. Espírito Santo: R$ 5,05

E o que explica tal desproporção? Não há resposta conclusiva. Especialistas apontam alguns fatores, como o fato de postos cearenses estarem adquirindo mais combustível de distribuidoras que não a Petrobras. Essas empresas vêm repassando reajustes, ao contrário da estatal.

Analistas avaliam que os preços da Petrobras para as refinarias estão defasados em torno de 14% em relação ao mercado internacional.

Fonte: Diário do Nordeste